Estratégias e adaptação

O projeto LIFE Garachico consiste na criação e implementação de um quadro estratégico flexível que permita aumentar o conhecimento do cidadão e o seu limiar de aceitação sobre o risco de inundação, através da implementação de medidas duras e brandas.

Caracterização holística do risco e introdução à gestão de inundações costeiras dos níveis de risco aceitáveis que a população e a administração estão dispostas a assumir, fazem parte do caminho para atingir os objetivos deste projeto.

O quadro estratégico desenvolvido Será aplicado numa primeira fase na localidade piloto de Garachico e a sua eficácia será verificada em outras localidades (Puerto de la Cruz e Praia da Vitória), com diferentes características económicas, geográficas e ambientais.

Açores, Canárias, Cabo Verde, Madeira e Ilhas Selvagens.

Colocar o foco de ação na Macaronésia servirá como demonstração da eficácia dos resultados, o que aumentará a possibilidade de serem replicados e transferidos para outras regiões europeias.

Primeiros passos

O projeto Será baseado na Estratégia Europeia de Adaptação às Alterações Climáticas (COM/2013/216) através da gestão costeira, da protecção do sector do turismo nas zonas insulares e da adaptação do planeamento urbano.

metas

OU1

Padronize os procedimentos de análise de risco

Quantificar o risco de inundações costeiras devido às mudanças climáticas que afetam mais de 200.000 pessoas em uma área de quase 50 hectares em Garachico, Puerto de La Cruz e Praia de Vitória.

Além disso, identificar áreas com valores significativos de exposição, vulnerabilidade e probabilidade de ocorrência de impacto, com base em técnicas de mapeamento e trabalho de campo.

OU2

Ferramentas e protocolos para identificar e determinar níveis aceitáveis de risco de inundação

O projeto desenvolverá ferramentas e protocolos para determinar os níveis de risco aceitáveis da comunidade de Garachico, cotejando com ela a análise de risco para determinar limites nas variáveis a serem monitoradas.

OU3

Implementar e replicar medidas de adaptação de alerta precoce

O LIFE Garachico implementará medidas para reduzir os impactos de eventos extremos, além de sistemas de alerta precoce que reduzem o risco de inundações costeiras. Com base no monitoramento, serão realizadas análises de redução de risco.

OU4

Desenvolver recomendações técnicas e ferramentas de gestão

O LIFE Garachico fornecerá recomendações técnicas e ferramentas de gestão coletadas em um manual técnico. Estabelecerá um quadro de redução de risco baseado em estratégias flexíveis de adaptação, por meio de medidas de adaptação e técnicas interativas de governança, relacionando-o a indicadores socioeconômicos e ambientais.

O manual técnico pretende ser integrado nos planos de ordenamento urbano da Macaronésia, pois é um veículo eficaz de divulgação do quadro metodológico e de garantia de replicação, transferência efectiva e sustentabilidade a longo prazo do projecto.

OU5

Promover novas políticas de gestão de risco e aumentar a empregabilidade

Com base no conhecimento acumulado sobre a implementação da estratégia. Será explorada a viabilidade de adotar estratégias de seguro para incluir esquemas de financiamento de risco na política de adaptação.

Isso dará origem a um conjunto de soluções próximas do mercado a serem incluídas na estratégia de adaptação, divulgadas através das recomendações técnicas.

OU6

Promover a implementação em outras áreas da UE do quadro estratégico de adaptação flexível

Será criada uma plataforma regional com múltiplos intervenientes na Macaronésia para partilhar experiências através de eventos de cocriação.

Esta plataforma constituirá uma base para a divulgação das recomendações técnicas, garantindo a transferibilidade da estratégia de adaptação para outros projetos nacionais e da UE e a sustentabilidade a longo prazo do projeto.

Medições e resultados

estratégias de adaptação

As estratégias de adaptação a serem desenvolvidas incluem dois tipos de medidas: leves e duras (daí sua categoria flexível).

As brandas consistem naquelas medidas que não preveem intervenções construtivas significativas, são medidas de gestão, governança e sociais que visam aumentar a resiliência da comunidade contra eventos de inundações costeiras. Por outro lado, medidas duras são entendidas como aquelas que são realizadas por meio de intervenções construtivas.

Durante a implementação do LIFE Garachico, será introduzida uma ferramenta inovadora de avaliação de risco para a caracterização dos diferentes elementos socioeconómicos e ambientais da zona costeira urbana: o desenvolvimento de um método de avaliação de risco (baseado no modelo exposição-perigo-vulnerabilidade) combinado com a determinação de níveis de risco aceitáveis para a população.

Criação da Plataforma Regional

A criação de uma Plataforma Regional permitirá transferir a experiência adquirida e criar um quadro de diálogo para a geração de um espaço comum de estratégias à medida das zonas urbanas costeiras da Macaronésia.

Soluções

Essas soluções buscam capitalizar os benefícios do projeto criando nichos de mercado que se beneficiam dos resultados.

Desta forma, espera-se que estes resultados contribuam para aumentar a afluência turística da zona em 10%.

Mais informação

Contexto

Foco

Ações

Resultados

Galeria

Por quê?