Projeto cofinanciado pelo Programa LIFE
Contribuição financeira da UE 55%
LIFE20 CCA / ES / 001641

Reunião com moradores de Garachico para apresentação do projeto

Associações de bairro, grupos de idosos ou uma mesa de participação composta por comerciantes são apenas alguns dos grupos com os quais os técnicos do LIFE Garachico vão trabalhar esta semana. Este projecto europeu, pertencente ao programa LIFE e liderado pelo Vice-Ministério da Transição Ecológica do Governo das Canárias, está a desenvolver uma metodologia inovadora no município de Garachico que, dada a impossibilidade de reverter os efeitos das alterações climáticas sobre das cidades costeiras da Macaronésia, propõe a sua adaptação a fenómenos como as cheias através da implementação de diferentes medidas que protejam a população.

Precisamente, uma das características do LIFE Garachico é o interesse pela participação cidadã, envolvendo os residentes nos fluxos de trabalho, razão pela qual esta semana, no âmbito da chamada ação A4, foi agendada uma série de encontros para partilhar alguns dos resultados obtidos até agora, que são complementados por um passeio onde a utilidade dos mapas criados pelo GRAFCAN será validada com os vizinhos. Este envolvimento é tão importante para o projeto porque, longe de ser uma ação isolada, em outros processos de consulta foi descoberto que 99.1% de estrangeiros estão cientes deste problema, 70.3% manifestam preocupação com o impacto dos fenómenos costeiros e 53.4% lamenta que a sua actividade laboral poderia ser afectada pelo swell, afirmando que, em algumas ocasiões, "apanhou-os de forma inesperada e não tiveram tempo para guardar material como cadeiras, mesas ou guarda-chuvas ou activar as medidas de protecção pertinentes.

A este testemunho juntam-se outros, como o de um empresário que aponta que "quando há maremoto, o negócio costuma ficar parcialmente submerso", ou reflexões onde se assegura que "com todas as informações e tecnologias que hoje existem , é possível prever Este tipo de evento é melhor. É precisamente neste último aspecto que o LIFE Garachico tem maior impacto, uma vez que um dos seus objetivos é implementar um sistema de alerta precoce para eventos costeiros extremos à escala local que permita a sua previsão com suficiente antecedência para ativar os protocolos de emergência destinados para minimizar os danos às pessoas, propriedades e atividades costeiras. Este sistema de alerta precoce será implementado em Garachico (cidade piloto) e será replicado em Puerto de la Cruz, em Tenerife, e na Praia de Vitória, nos Açores.

Participação

Notícias recentes